Portugal usará comboios espanhóis, mas livres de amianto

A SOS AMIANTO, projeto com o apoio da Quercus, teve conhecimento através da rede internacional de especialistas de amianto que estavam a ser encaminhados para Portugal 51 unidades de comboios provenientes da Renfe – Espanha, que tinham sido retirados de uso depois de detectada a presença de amianto em alguns materiais e confirmou que os mesmos estão a ser alvo de um processo de descontaminação para garantir que ficam livres destes materiais, antes de serem colocados em circulação.

 

Estas infraestruturas eram utilizadas pela empresa espanhola na ligação entre a Galiza e o País Basco e vão ser utilizadas em Portugal para cobrir a linha férrea do Minho, entre o Porto e Valença. Ficou acordado no negócio celebrado com a Renfe, por 1,65 milhões de euros, que teria lugar uma operação de remoção do amianto dos vagões afectados, bem como a respectiva melhoria e modernização.


Ao que a SOS AMIANTO conseguiu apurar, a operação de descontaminação foi aprovada pela ACT – Autoridade para as Condições do Trabalho, e está a ser realizada por uma empresa com certificação internacional para a remoção de amianto.

 

A SOS AMIANTO já pediu informação à CP – Comboios de Portugal, E.P.E. sobre esta intervenção, assim como a garantia, emitida por perito especializado, de que os comboios ficam “livres de amianto” após este processo, cumprindo os requisitos definidos pela O.M.S. para a reocupação dos espaços.

 

Lisbo, 15 de setembro de 2020

 

A Direção Nacional da Quercus - Associação Nacional de Conservação da Natureza

 

 

 

 

Share

 

Quercus TV

 

 

                            

 

Mais vídeos aqui.

 

 

Quercus ANCN ® Todos os direitos reservados
Alojamento cedido por Iberweb