Quercus abraça iniciativa de jovens proativos para a Floresta

O Projeto TREE HUGS levará a cabo a sua primeira ação, no dia 1 de Novembro, no Cais de Gaia, entre as 10h e as 12h, e na Rua Santa Catarina, entre as 14h e as 18h.

 

Este projeto tem em vista a realização de uma ação social focada nos problemas florestais, na qual jovens voluntários de todo o país se unem em defesa da preservação ambiental, promovendo uma verdadeira sensibilização, consciencialização e responsabilização de todos para as questões ambientais.

 

Os voluntários encherão as ruas da cidade do Porto na data mencionada com abraços gratuitos, sendo que, por cada abraço dado será entregue uma bolota de carvalho alvarinho, bem como um guia informativo sobre como a semear!

 

A génese deste projeto é bem recente: no decorrer da participação de um grupo de 8 jovens portugueses num Youth Exchange, parte do Programa Erasmus+, na Roménia, entre os passados dias 25 de Setembro e 7 de Outubro de 2018, com o tema "Do It Pro Activ" (Ser proativo), surge a ideia da criação do Projeto “Tree Hugs”, uma forma de combater a postura inativa face às grandes mudanças ambientais que enfrentamos.

 

Durante o período do intercâmbio, o grupo desenvolveu atividades que têm como foco melhorar as capacidades de liderança e a importância de uma cidadania ativa através de métodos de educação não formal, que pensamos ser um método chave para o sucesso desta iniciativa.

 

Um dos principais objetivos deste intercâmbio, foi inspirar os participantes a criar projetos sociais locais adaptados às condições de cada comunidade e, nesse sentido, o problema ambiental foi o escolhido pela equipa portuguesa, não por ser um problema a nível da nossa comunidade, mas um problema que temos de combater todos, enquanto Humanidade!

 

Motivados pelo extenso e diverso património florestal português, o projeto acredita no poder da informação e do sentido de responsabilidade, como força a considerar na resolução do sector florestal. Foi escolhida a entrega de sementes de espécies autóctones, tipicamente portuguesa – Carvalho Alvarinho.

 

Pretende -se fomentar uma atitude mais ativa na preservação da nossa casa, responsabilizando cada “abraçado” a dar vida a uma árvore.
O projeto tem como objetivo abraçar 1000 pessoas = 1000 bolotas

 

Para esta primeira ação, o projeto conta com o apoio da institucional da Câmara Municipal do Porto e da Quercus.

 

 

Porto, 29 de outubro de 2018

A Direção Nacional da Quercus - Associação Nacional de Conservação da Natureza

 

 

 

Share
Quercus ANCN ® Todos os direitos reservados
Alojamento cedido por Iberweb