Divulgação inédita na indústria automóvel

Publicados os primeiros testes de consumo e emissões de automóveis em condições reais de condução

 

Depois de, no ano passado, a indústria automóvel ter ficado envolvida num escândalo de fraude de emissões, estão a ser divulgados os primeiros resultados sobre o consumo real de combustível relativo a três dos modelos mais populares do Grupo PSA Peugeot Citroën, o segundo maior produtor de automóveis europeu.

 

Em sintonia com a edição do 86º Salão Automóvel de Genebra (Geneva International Motor Show 2016), que decorre entre 3 e 13 de março, esta é iniciativa pioneira a nível mundial, respondendo aos compromissos de transparência exigidos pelos clientes.

 

Os dados agora divulgados resultam de testes realizados no âmbito do protocolo estabelecido entre duas organizações não-governamentais, a Federação Europeia de Transportes e Ambiente (T&E), à qual a Quercus pertence, e a France Nature Environment (FNE), tendo sido auditados pelo Bureau Veritas.

 

Este protocolo confirma o consumo de combustível em condições reais de condução para os clientes deste Grupo automóvel, bem como os resultados das bases de dados independentes.

 

 

Medições em condições reais de condução

 

As medições foram feitas em estradas públicas perto de Paris (25,5 km urbanas, 39,7 km extra-urbanas e 31,1 km auto-estrada) e em condições reais de condução, considerando o transporte de passageiros e bagagem; gradientes de estrada e uso de sistemas em condições de condução reais (Real Driving Emissions, RDE).

 

O protocolo mede o consumo de combustível por meio de um sistema de medição de emissões portáteis (portable emissions measurement system, PEMS) instalado no veículo.

 

O Bureau Veritas, um órgão independente e respeitado internacionalmente, certifica a execução correta do protocolo, garantindo que é realizado de acordo com as especificações e que os resultados são precisos e confiáveis.

 

As medições obtidas são comparáveis ​​às efetuadas pelos clientes através de inquéritos independentes. Fica demonstrado que o procedimento realizado em colaboração com o T&E é cientificamente robusto e representativo de um condutor típico.

 

 

Veículos testados

PEUGEOT 308

1.6l BlueHDi 120

S&S BVM6

Allure

CITROËN C4

GRAND PICASSO

1.6l BlueHDi 120

S&S BVM6 Exclusive

DS 3

1.6l BlueHDi 120

S&S BVM6

So Chic

Consumo medido segundo o protoolo  (l/100km) 5,0 5,6 4,9

Consumo medido pelos automobilistas

(l/100km)

5,0 / 5,1 5,5 / 5,7 5,1 / 5,3

 

 

Na sequência desta divulgação, a PSA Peugeot Citroën vai apelar à introdução harmonizada destes testes a nível mundial para os veículos ligeiros (Worldwide harmonized Light vehicles Test Procedures, WLTP), que reflitam melhor as condições reais de condução. Antes do Verão de 2016, o Grupo compromete-se ainda a divulgar os dados oficiais de consumo de combustível em condições reais para os principiais 30 modelos das duas marcas sob a sua chancela.

 

Este protocolo demonstra que os testes de estrada são fiáveis ​​e podem ser usados para medir as emissões reais de CO2. Estes procedimentos testes devem agora tornar-se uma referência para todos os fabricantes de automóveis que queiram anunciar a eficiência de consumo de combustível dos seus veículos. Esta deve ser também a resposta dos fabricantes às legítimas preocupações dos clientes sobre a saúde pública.

 

Baseada na cooperação entre um fabricante do setor, uma associação de defesa do ambiente e uma organização de certificação, esta é uma iniciativa inovadora e construtiva, reunindo todos os aspetos e preocupações dos consumidores.

 

Lisboa, 3 de Março de 2016

 

 

Share
Quercus ANCN ® Todos os direitos reservados
Alojamento cedido por Iberweb