Quercus alerta para o mais extenso e dramático relatório sobre alterações climáticas

planetaA última parte do Quinto Relatório de Avaliação, elaborado pelo Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas (IPCC), será lançada no próximo domingo, dia 2 de novembro, em Copenhaga(1), na Dinamarca, numa conferência de imprensa que terá início às 10h (hora de Portugal), após uma semana de negociações entre representantes dos governos para acordar um Sumário para Decisores Políticos.

Após a publicação dos relatórios de três Grupos de Trabalho (GT) ao longo dos últimos 12 meses –  sobre a ciência das alterações climáticas (GT1)(2), a vulnerabilidade a impactes climáticos e adaptação (GT2)(3) e as estratégias de mitigação para combater as alterações climáticas (GT3)(4) – o último a ser agora publicado é o Relatório-Síntese, o qual combina e agrega o trabalho realizado pelos três GT num único documento. É o culminar de 5 anos de trabalho científico elaborado por 830 autores, 1.200 outros contributos e 3.700 revisões por especialistas e que resultaram na compilação de mais de 30.000 trabalhos de investigação e de 143.000 comentários para produzir um relatório sem precedentes, baseado nas últimas evidências científicas.

Analisando os relatórios anteriores publicados pelos GT, o IPCC tem demonstrado de forma inequívoca que as alterações climáticas estão de facto a acontecer, causadas pela ação humana e com consequências graves em todos os continentes e oceanos. O relatório deixa claro que o aquecimento global ainda pode ser limitado abaixo dos 2ºC em relação aos níveis pré-industriais, de forma a garantir um futuro climático mais seguro e sem prejuízo para o planeta.

Lançado pelo Secretário-Geral da Organização das Nações Unidas, Ban Ki-moon, a 2 de novembro, o Relatório-Síntese terá em conta esses resultados cruciais. Espera-se que confirme a necessidade de uma transição rápida para uma economia global baseada em energias limpas onde a sociedade possa usufruir de benefícios económicos e adaptar-se às alterações climáticas, ou seguir um caminho onde o aumento das emissões de carbono ao nível global possa agravar ainda mais as alterações climáticas e ameaçar a sociedade e economia global.

Na realidade, o Relatório-Síntese vai apresentar aos governos que se comprometeram com este documento uma escolha decisiva para o futuro: investir em energias limpas para as próximas décadas ou continuar a manter uma economia baseada no consumo de combustíveis fósseis. Os cientistas do IPCC enviam esta mensagem importante num momento particularmente crítico para as negociações climáticas a decorrer no âmbito das Nações Unidas, onde os governos se comprometeram a negociar um novo acordo global até 2015. Na sequência da recente Cimeira para o Clima, em Nova Iorque(5) e da maior mobilização de sempre de cidadãos na defesa de maior ação climática(6), este Relatório-Síntese é a última palavra da comunidade científica antes da próxima reunião da Conferência das Partes (COP21) que irá decorrer em Paris em 2015, providenciando toda a informação necessária para os líderes mundiais assumirem, nesta reunião, compromissos importantes sobre a ação climática.

Quercus irá pronunciar-se sobre conclusões principais

Um mês depois da mobilização recorde de 700 mil pessoas em várias cidades por todo o mundo numa chamada sem precedentes para a ação climática(7) – incluindo várias cidades portuguesas - os especialistas irão certamente reiterar duas conclusões fundamentais: que as alterações climáticas são uma ameaça real causada pela ação humana e que a resolução da crise climática requer reduções urgentes e drásticas nas emissões de gases com efeito de estufa (GEE). A Quercus acompanhará atentamente o anúncio deste último relatório e irá efetuar uma análise, a ser divulgada após a conferência de imprensa de domingo, dia 2 de novembro.


Lisboa, 31 de outubro de 2014

A Direção Nacional da Quercus - Associação Nacional de Conservação da Natureza




Notas para a imprensa:
(1)    http://www.ipcc.ch/pdf/press/141030_webcast_advisory.pdf
(2)    GT1 (27 de setembro de 2013): http://treealerts.org/topic/climate-science/2013/09/special-alert-ipcc-releases-latest-climate-science-report/
(3)    GT2 (31 de março de 2014): http://treealerts.org/topic/extreme-weather/2014/03/updated-ipcc-working-group-ii-special-alert/
(4)    GT3 (13 de abril de 2014): http://treealerts.org/topic/climate-science/2014/04/updated-ipcc-working-group-iii-special-alert/
(5)    http://treealerts.org/home-global/2014/09/momentum-gathers-around-climate-summit-but-more-needed-from-world-leaders/
(6)    http://treealerts.org/type/alerts/2014/09/310000-in-new-york-join-biggest-ever-march-for-climate-action/
(7)    http://tcktcktck.us5.list-manage.com/track/click?u=785c636068bceae1e01c92425&id=e87ec39b37&e=6a9935c081

 

Share
Quercus ANCN ® Todos os direitos reservados
Alojamento cedido por Iberweb