Quercus reforça participação na área dos recursos hídricos com o Projeto dQa

Projecto dQa, apoiado pelos EEA Grants, teve início em Fevereiro

O Grupo de Trabalho da Água da Quercus obteve, em Fevereiro de 2014, a aprovação do Projeto "dQa -Cidadania para o acompanhamento das políticas públicas da água", um projeto apoiado pelo Programa Cidadania Ativa – EEA Grants, gerido pela Fundação Calouste Gulbenkian, e que nos próximos dois anos será desenvolvido em parceria com a APA - Agência Portuguesa do Ambiente e a ERSAR - Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos.


Entre os objetivos deste projeto destacam-se os seguintes:

1) Exigir o cumprimento da legislação comunitária em matéria de recursos hídricos, sensibilizando e influenciando os decisores políticos e a população em geral para a necessidade do cumprimento das Diretivas relativas à qualidade da água - Diretiva Quadro da Água, e ao tratamento das águas residuais – Diretiva relativa ao tratamento de águas residuais, assegurando assim a melhoria da qualidade dos nossos cursos de água e do tratamento de efluentes provenientes do saneamento urbano e industrial. Apesar dos notáveis progressos nesta matéria, nos últimos 20 anos, Portugal ainda se encontra longe de alcançar as metas estipuladas no Plano Estratégico de Abastecimento de Água e Saneamento de Águas Residuais — o PEAASAR, que definia o alcançar, até 2013, de 90% de cobertura no tratamento de águas residuais.

2) Influenciar uma melhoria no desempenho ambiental dos prestadores de serviços na área da água, nomeadamente através da criação de um barómetro com o ranking das entidades e autarquias ao nível do saneamento e da qualidade das massas de água;

3) Incentivar a participação dos cidadãos nas questões relacionadas com os recursos hídricos, desenvolvendo ferramentas online que permitam um envolvimento mais direto dos cidadãos na identificação de pressões sobre os recursos hídricos;

4) Capacitar a Quercus para um acompanhamento eficaz das políticas públicas a longo prazo.
No intuito de alcançar os objectivos propostos no projecto dQa, agora aprovado, a Quercus prevê a sua actuação sob várias componentes, nomeadamente através da disseminação de um amplo programa de comunicação e informação e do desenvolvimento de diversas acções de sensibilização mas também de acções de carácter formativo e informativo. Entre as acções previstas destacam-se as seguintes:

a) Promover o diálogo ativo com decisores políticos e dirigentes de topo da Administração Pública;

b) Criar uma acção em rede para a monitorização da qualidade da água em rios e ribeiras identificados como problemáticos, formando equipas locais de ativistas voluntários para a monitorização de parâmetros simples e adquirindo competências e equipamentos laboratoriais para análises mais complexas;

c) Identificar as principais reservas estratégicas de água, essenciais ao abastecimento público e criar uma ferramenta interativa online onde cidadãos, entidades públicas e privadas e autoridades possam participar quer na sua atualização, quer na utilização dos dados disponibilizados;

d) Implementar um sistema de emissão de posições públicas relativo à análise de projectos públicos e privados, sujeitos a Avaliação de Impacte Ambiental, que possam implicar risco de degradação dos recursos hídricos;

e) Dinamizar acções formativas para uma correta utilização dos recursos hídricos junto da comunidade cigana.

 

 


 


Promotor                    Parceiros

 

logo quercus sem fundo 102                


 

Financiamento

FCG PCA grande

 

 

 

 

 

Share

 

Quercus TV

 

 

                            

 

Mais vídeos aqui.

 

 

Quercus ANCN ® Todos os direitos reservados
Alojamento cedido por Iberweb