Quercus avalia peso ambiental das campanhas eleitorais dos principais partidos/coligações

A Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza vai avaliar qualitativamente o peso ambiental das campanhas eleitorais para as eleições legislativas dos partidos/coligações com actual representação parlamentar (PS, PSD, CDU, BE e CDS/PP). Para tal serão considerados vários critérios como a gestão dos recursos utilizados na campanha ou o impacto ambiental das deslocações efectuadas, que por sua vez serão avaliados numa escala de Mau a Muito Bom.

 

Através de um índice final que variará entre o “Mau” e o “Muito Bom” e com cinco níveis (para além dos referidos, e por ordem crescente, há a acrescentar os níveis “Fraco”, “Médio” e “Bom”), vão ser ponderados:

 

- quilómetros percorridos em automóvel, autocarro, comboio e avião pela comitiva principal da campanha;

 

- eventual compensação de emissões de dióxido de carbono efectuadas;

 

- material de propaganda (tipo, quantidade);

 

- reciclagem de material de propaganda (cartazes em outdoors, por exemplo);

 

- recurso à Internet e a outros meios sem recurso directo a materiais;

 

- locais escolhidos e limpeza de convívios/manifestações realizadas durante o período da campanha.

 

 

Disponibilidade dos partidos/coligações tem sido limitada; reuniões com directores de campanhas – só CDS e BE já responderam

 

A informação recolhida, para além da colaboração de voluntários da Quercus que reportarão ao longo do período oficial de campanha eleitoral os parâmetros em avaliação, passa por uma reunião com cada uma das direcções de campanha dos partidos/coligações e dos detalhes transmitidos, nomeadamente no que respeita aos materiais editados. Mais ainda, serão também analisados os custos apresentados por cada um dos partidos/coligações junto da Entidade das Contas e Financiamentos Políticos.

 

Apesar da insistência da Quercus nas últimas duas semanas para uma reunião breve com as direcções de campanha, com PS, PSD e CDU, ainda não foi possível proceder ao seu agendamento. Na passada semana houve lugar à reunião com o director de campanha do CDS e hoje com o BE.

 

Pegada carbónica avaliada diariamente

 

Num trabalho conjunto com a RTP, será divulgado diariamente pela estação de televisão, durante o período oficial de campanha, o total de emissões poluentes (de dióxido de carbono) associadas às deslocações da caravana principal dos cinco partidos/coligações com representação parlamentar. Numa altura em que a preocupação com as alterações climáticas é grande, pretende-se pelo menos alertar para o peso em termos de emissões que um conjunto de viaturas tem, ao percorrer muitos quilómetros percorrendo o país. Será aliás apresentada a área de floresta autóctone portuguesa (montado de sobro) correspondente à compensação dessas emissões num período de 40 anos. Apesar da redução de emissões de gases com efeito de estufa ser mais importante que a sua compensação, esta última poderia ser voluntariamente efectuada pelos partidos/coligações.

 

 

Lisboa, 9 de Setembro de 2009

 

A Direcção Nacional da Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza

 

 

 

Share

 

Quercus TV

 

 

                            

 

Mais vídeos aqui.

 

 

Quercus ANCN ® Todos os direitos reservados
Alojamento cedido por Iberweb